Fábrica

A cidade de Telêmaco Borba, localizada no interior do Paraná, foi criada em 1965, por uma fábrica de papel, Indústrias Klabin, e ainda hoje, sua economia é dependente dos interesses desta fábrica.

Na década de 1990, com as políticas neoliberais  de retirada de direitos sociais dos trabalhadores e a automação do processo de produção fabril, a fábrica, afim de otimizar seus lucros, terceirizou boa parte de seus postos de trabalho e uma estrutura de serviços e de direitos sociais constituídos ao longo de 40 anos.

Os trabalhadores continuaram a prestar os mesmos serviços nos mesmo lugares, mas com salários menores e contratados temporariamente por empresas criadas para prestarem serviços a um único cliente, as Indústrias Klabin. Desta situação, decorreu uma maior fragilidade das organizações sindicais bem como das negociações coletivas.

Este trabalho documental apresenta uma série de retratos de trabalhadores e de paisagens industriais desativadas com o propósito de de refletir sobre as transformações que as retiradas de direitos sociais e reestruturação do processo de acumulação do capital provocam na vida das pessoas e das cidades.